sexta-feira, 9 de março de 2012

Gustavo está com diarreia

Desde ontem à noite Gustavo começou com episódios de diarreia. Ontem chegou a vomitar. Hoje pela manhã, a diarreia estava mais constante. Acordei e vi que ele tinha feito cocô ainda na cama, dormindo, e nem percebeu. O limpei, coloquei o lençol e o protetor do colchão para lavar e ele nem acordou.
Durante a manhã Gustavo fez cocô várias vezes. Como ele estava com dor de barriga, sempre que me avisava já chegávamos ao banheiro quando a cueca dele já estava suja. Dava banho, trocava a roupa, lavava a cueca e lá vinha ele de novo querendo fazer cocô. Isso aconteceu várias vezes! Em uma delas eu sequer tive tempo de enxugá-lo e ele já estava fazendo no colchão da cama do Guilherme (lá vou eu limpar o colchão).
Às 09h50 resolvi (e consegui) sair com as crianças para ir comprar água de coco e gelatina, a pé(?!). Guilherme queria ir com o velotrol, mas não deixei (teria de ficar empurrando em cada subida). Sugeri que fosse de bicicleta, pois pelo menos tem um “cabo direcionável”, assim eu poderia dar uma ajudinha sem fazer tanto esforço e ainda guiar o caminho para ele.
Sai carregando tudo o que eu precisava. Levei uma bolsa enorme a tiracolo com dois shorts para o Gustavo, lencinho umedecido, saco plástico, brinquedos e água.
Para ser o mais rápida possível, resolvi ir a um verdurão que aparentemente seria mais perto do que o supermercado. Mas no meio do caminho percebi que minha escolha não tinha sido assim tão boa, pois a faixa de pedestre para chegar até ele era mais longe. Como já estava no meio do caminho, segui em frente.
No meio da comercial Gustavo começou a falar que queria fazer cocô. Como não tinha nenhum lugar “apropriado”, continuamos andando (mas eu sabia que ele não ia conseguir segurar!). Passamos pela primeira faixa de pedestre. Quando estávamos seguindo para a segunda, parei no canteiro entre duas, o coloquei agachado na grama e resolvemos o problema.
Levamos uns 5 minutos ali parados, pois Gustavo sujou o short (lógico!), então, tive de limpá-lo e trocar a roupa.
Quando chegamos ao verdurão, para meu desespero, não tinha gelatina! Quase chorei! Peguei a água de coco e outras coisinhas e fomos pagar. No caixa, Guilherme avistou ovos de páscoa (já?). Ele ficou tanto tempo pedindo o ovo que em um determinado momento eu nem respondia mais. Ele chegou a pegá-lo e dar para cobradora passar. Ela tirava, ele ia lá e pagava de novo (isso umas três vezes) até que por sorte, apareceu um cachorro e começou a latir bem alto (santo cachorro!). Guilherme se distraiu com o cachorro e esqueceu do ovo.
Não poderia voltar para casa sem a gelatina. Já tinha prometido para o Gustavo, e ele ama! Então, adivinhem: fomos ao mercado, que fica na outra extremidade.
Não tinha como atravessar a rua com o Guilherme na bicicleta. Passou um casal e se ofereceu para levar a bicicleta para mim :/. Eu atravessei com os meninos.
Chegando ao mercado, os meninos logo avistaram aquelas balinhas que sempre ficam na altura dos olhinhos deles. E foi aquela confusão de novo... até o Gustavo ficar com vontade de fazer cocô outra vez.
Saí correndo com ele no colo e chamando o Guilherme para me acompanhar (a essa altura eu já estava toda descabelada, suada, estressada e arrependida de ter saído de casa a pé... tudo, mais uma vez, por causa do sol).
Paramos na grama em frente e pronto, mais um short sujo. Só que dessa vez não troquei, não! Voltei logo para o caixa, paguei as gelatinas e fomos embora.
Quase chegando em casa, Gustavo pisou numa poça de lama e molhou o pé todo. Paramos, limpei os pezinhos dele e depois disso conseguimos chegar em casa sem mais nenhuma ocorrência. Depois do almoço, a diarreia cedeu e não precisei mais ficar lavando tantas cuecas :D

Nenhum comentário:

Postar um comentário